cinema, Clipping

Revelado quem será Toni Tora Pleura em “O Shaolin do Sertão”

Parece que Aluízio Lee, o protagonista de “O Shaolin do Sertão”, vai ter um oponente sinistro pela frente… Toni Tora Pleura será interpretado pelo Fábio Goulart, o primeiro atleta brasileiro a ganhar ouro no Pan-Americano na categoria Taekwondo.

É o fraco!!!

Eis a matéria da Tribuna do Ceará que deu a notícia em primeira mão.

O novo filme de Halder Gomes retrata as artes marciais no sertão no Ceará dos anos 80

O novo filme de Halder Gomes retrata as artes marciais no sertão no Ceará dos anos 80

Medalha de ouro no Pan estreia no cinema em “O Shaolin do Sertão”

Primeiro atleta de Taekwondo a ganhar ouro pelo Brasil se junta a Edmilson Filho no novo filme do diretor de “Cine Holliúdy”

Por Ana Beatriz Leite

Depois de conquistar todo o Brasil com “Cine Holliúdy” e o jeito cearense de ser, Halder Gomes anuncia um projeto que promete não ficar atrás, “O Shaolin do Sertão”. O filme traz, mais uma vez, as memórias do interior do Ceará e inicia as gravações neste segundo semestre.

O universo das artes marciais, que é paixão assumida do diretor, foi retratado em “Cine Holliúdy” com os filmes de luta que fizeram sucesso nos anos 70. O novo longa, porém, traz a temática com muito mais força e promete mais ação, ainda sem perder o caráter cômico que fez o sucesso do filme de 2013.

A trama da comédia remete aos anos 80, quando os lutadores de vale-tudo, por falta de lutas profissionais, desafiavam os valentões no interior do Ceará. Criterioso quanto ao elenco e com a consciência de que filmar lutas é um trabalho minucioso, a escolha de Halder quanto ao protagonista não poderia ser outra: Edmilson Filho será “Aluízio Lee”, o tal shaolin do sertão.

Que o ator cearense faz bem comédia todo mundo sabe, mas o que poucos sabem é que Edmilson é também tricampeão brasileiro de Taekwondo. E para contracenar com o cearense era preciso alguém a altura. Halder, então, escalou ninguém menos que o primeiro atleta brasileiro a ganhar ouro no Pan-Americano na categoria Taekwondo, Fábio Gourlart.

“Eu não estava buscando um rosto conhecido de televisão, estava buscando um lutador que tivesse a expertise em artes marciais e que tivesse a capacidade técnica. Eu quero ter uma luta de impacto no filme”, conta o diretor a respeito da escolha do atleta para o papel.

Com o personagem “Tony Tora Pleura”, Fábio se junta a Edmilson no time que comprova que o filme trará muito mais que simplesmente humor, mas também qualidade técnica. Os dois são os únicos do elenco confirmados pelo diretor até agora.

A equipe está atualmente em Santos, em período de ensaio e preparação técnica. Esse primeiro período terá duração de 15 dias e definirá o esboço da luta principal.

“O filme é muito mais complexo que Cine Holliúdy em termos de execução. É um trabalho muito minucioso, muito detalhista, vai exigir muito de mim como diretor. É um desafio e eu estou adorando”, comenta.

Em um universo cômico e lúdico, mas ao mesmo tempo realista, “O Shaolin do Sertão” promete agradar aos mais diversos públicos e dialogar com todas as idades, assim como seu sucesso antecessor, “Cine Holliúdy”.

O filme que foi coescrito por Halder Gomes e Edmilson Filho, tem roteiro de L.G Bayão, coprodução Globo Filmes, Paramount Filmes e Telecine, e distribuição Downtown Filmes.

“A gente vai trazer de novo um universo lúdico, fantástico, cômico, mas ao mesmo tempo realista”, conta o diretor.

Anúncios
Padrão